Este livro faz parte de uma série de reflexões devocionais a partir do livro de Cantares de Salomão, neste caso é o capítulo 3 de Cantares. O foco do livro não é fazer uma exposição hermenêutica e exegética com rigor teológico-acadêmico, mas apresentar perspectivas devocionais. Assim, como o livro 1 desta série, este também traz a proposta de três modelos de capa.

Neste sentido, entre outros assuntos, o livros traz:

Romance de formação: O livro explora o desenvolvimento da Sulamita, sua jornada em busca do amado da alma e a transformação pessoal que ocorre ao longo dessa busca. Destaco os elementos como autodescoberta, amadurecimento emocional e o despertar de uma consciência mais profunda sobre si mesma e sobre o amor.

Simbolismo: Considerando o título do livro e o uso da palavra “Mishkab” (leito) no capítulo 3 de Cantares de Salomão, exploro o simbolismo do leito como metáfora da busca do amor. Nesse sentido, o leito representa não apenas um espaço físico, mas também o espaço da alma e das emoções. O livro explora os diversos significados simbólicos do amor e da busca interior por meio de imagens e metáforas.

Psicologia literária: A abordagem psicológica é aplicada para explorar os sentimentos, desejos e conflitos internos. Analiso motivação para buscar o amado da alma, as expectativas, as frustrações e as transformações psicológicas que ocorrem durante essa busca.

Teoria do amor: O livro examina diferentes concepções e manifestações do amor, incluindo o amor romântico, o amor espiritual e o amor-próprio. Explora como a Sulamita entende o amor, como sua busca pelo amado é influenciada por essas concepções e como ela desenvolve uma compreensão mais profunda do amor ao longo da história.